Arcebispo alemão anuncia novas medidas após relatório apontar mais de 300 abusos sexuais

Cardeal Rainer M. Woelki. Foto: Jochen Rolfes / Arquidiocese de Colônia