Católico chinês refugiado na Itália vê com esperança o futuro da Igreja na China

Dalù, jornalista chinês convertido ao catolicismo e agora refugiado na Itália. Crédito: Luca Antonietti