Em meio a protestos contra vacina, cardeal italiano diz que a mensagem da Igreja é clara

O cardeal Pietro Parolin celebra uma ordenação em 2020 / Daniel Ibáñez (CNA)