Após imagens do menino Aylan bispos espanhóis pedem que não se globalize a indiferença