Refugiados cristãos de Burkina Faso têm saudade do Natal que celebravam

Natal em Ouagadougou / ACN