Sínodo usa ‘linguagem ideológica descabida’ e contraria o magistério, dizem cartas portuguesas com mais de 1,7 mil assinaturas

Assembleia da CEP em abril de 2022 / Agência Ecclesia